Eventos

I Colóquio Internacional Interdisciplinar Hannah Arendt: Totalitarismo, subjetividade e responsabilidade

APRESENTAÇÃO

O I Colóquio Internacional Interdisciplinar Hannah Arendt traz como tema central: Totalitarismo, Subjetividade e Responsabilidade, como atividade comemorativa dos 60 anos da obra “Condição Humana” promovida pelo Núcleo de Direitos Humanos da PUC-Rio em parceria com o Grupo de Pesquisa do CNPq – LAPPIS/Laboratório de Pesquisa sobre Práticas de Integralidade em Saúde do Instituto de Medicina Social/ UERJ. Trata-se de um evento acadêmico e interinstitucional que visa debater e compartilhar reflexões sobre o “pensar e as ideias da pensadora, cujas obras têm influenciando diferentes áreas da produção do conhecimento nas ciências humanas e sociais, como o Direito, Educação e Saúde”.

Convidamos docentes, discentes e pesquisadores das áreas do direito, da saúde coletiva e da educação, estudantes de pós-graduação e graduação dessas e de outras áreas, assim como os representantes de movimentos sociais e ativistas de direitos humanos.

Período: 27 a 30 de novembro de 2018
Horário: 9h -18h

PROGRAMAÇÃO

PRÉ-COLÓQUIO – 27 E 28 DE NOVEMBRO – IMS – UERJ

Local: Google Maps

Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
Instituto de Medicina Social – IMS
Rua São Francisco Xavier 524 – Maracanã, Bloco D, 7º andar – UERJ.
Rio de Janeiro – RJ – 20550-013

DIA 27/11/2018 – MANHÃ – ATIVIDADE PRÉ-COLÓQUIO

10h00min – 13h00min – Mesa de abertura: Àgora Epistêmica Interdisciplinar: perspectivas interdisciplinares de estudos na Saúde, Direito e na Educação.
Local: Auditório do IMS, 6012 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof.ª Roseni Pinheiro (UERJ)

Expositores:
Yuri Nishijima Azeredo (USP)
Bruno Pereira Stelet (UFRJ)
Rodrigo da Silveira (UFAC)
Carlos Eduardo Honorato (SES-RJ/UFRJ)

DIA 27/11/2018 – TARDE – ATIVIDADE PRÉ-COLÓQUIO (MOSTRA CIENTÍFICA)

15h00min – 17h00min – Sessão Coordenada 1 – Eixo: Diálogo e Relações intersubjetivas entre saberes e práticas sociais
Local: Auditório do IMS, 6012 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof.ª Silvia Tapia (FSC- UBA/Buenos Aires)

15h00 – 15h20min –Contribuições de Hannah Arendt e Paulo Freire para o exercício da liberdade na promoção da saúde escolar: a ação política para a constituição de um mundo comum
Autores: Vinícius Azevedo Machado; e Roseni Pinheiro
15h30 – 15h50min –Construindo posições no percurso da pesquisa em educação
Autoras: Carolina Terruggi Martinez; e Adriana Marcondes Machado
16h00 – 16h20min –Direitos humanos na era moderna: uma abordagem a partir da obra de Hannah Arendt
Autores: Thiago Coelho Pietro; Eduardo Morello; e Heloíse Montagner Coelho
16h30 – 16h50min – Espaço Público: a concepção Arendtiana na Integralidade do cuidado em saúde
Autoras: Bárbara Bulhões Lopes de Andrade e Thaís Jeronimo Vidal

15h00min – 17h00min – Sessão Coordenada 2 – Eixo: Diálogo e Relações intersubjetivas entre saberes e práticas sociais e Eixo: Humanização da Saúde, Gestão e Direitos Humanos
Local: Sala 6021 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof. Rodrigo da Silveira (UFAC)

15h00 – 15h20min – A arte cinematográfica como rememoração: uma leitura de filmes que remetem ao nazismo, a partir de Hannah Arendt.
Autoras: Valesca Rodrigues de Souza; e Luci Helena Silva Martins
15h30 – 15h50min – Diálogos contemporâneos: Arendt e o que nos afasta e aproxima na política e no “direito a ter direitos”
Autores: Silvio Medeiros; Luci Helena Silva Martins; e Luciana Lenoir.
16h00 – 16h20min – As práticas restaurativas como “ilhas de liberdade”
Autoras: Aline Soares Lopes; Alexandrina Paiva da Rocha; Elisa Biassio Telles Bauer e Mariana de Mattos Rubiano
16h30 – 16h50min – A crise da autoridade na saúde: humanização, poder e violência.
Autores: Yuri Nishijima Azeredo; e Lilia Blima Schraiber

 DIA 28/11/2018 – MANHÃ – ATIVIDADE PRÉ-COLÓQUIO (MOSTRA CIENTÍFICA)

10h00min – 12h00min – Sessão Coordenada 3 Eixo: Relações intersubjetivas entre práticas e saberes na saúde, no direito e na educação.
Local: Auditório do IMS, 6012 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof.ª Silvia Tapia (FSC- UBA/Buenos Aires)

10h00 – 10h20min – A banalidade do mal e sua atualidade diante de chacinas cometidas por membros pertencentes à força estatal
Autora: Aline Matias da Costa
10h30 – 10h50min – Federalismo e Ação: contribuição na participação popular nos espaços decisórios.
Autores: Antônio Justino de Arruda Neto; Denis Coitinho Silveira; e Rita de Cássia Souza Tabosa Freitas
11h00 – 11h20min – O animal laborans, a deterioração da ação política e a descartabilidade do humano em Hannah Arendt
Autores: Rogério Luís da Rocha Seixas; e Edson Santos Pio Júnior:
11h30 – 11h50min – A política brasileira sob o escrutínio arendtiano: novas configurações totalitárias e a confusão entre o político e o social
Autoras: Juliana de Barros Ferreira; e Rita de Cássia Souza Tabosa Freitas.

10h00min – 12h00min – Sessão Coordenada 4– Eixo: Relações intersubjetivas entre práticas e saberes na saúde, no direito e na educação.
Local: Sala 6021 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof. Rodrigo da Silveira (UFAC)

10h00 – 10h20min – Origem e história: temporalidades do sujeito júrídico-político como resistência em Hannah Arendt e Michel Foucault
Autor: João Francisco Gabriel de Oliveira Filho
10h30 – 10h50min – 
Hannah Arendt e a crise da educação – responsabilidade para o pensar político
Autoras: Mayara de Freitas; e Sandra A. Riscal
11h00 – 11h20min – Perdoar como expressão de amor mundi: da catástrofe ao milagre
Autora: Mariana Evangelista
11h30 – 11h50min – Hannah Arendt: ensaio e exílio
Autora: Manuela Fantinato

DIA 28/11/2018 – TARDE– ATIVIDADE PRÉ-COLÓQUIO (MOSTRA CIENTÍFICA)

14h00min – 16h00min – Sessão Coordenada 5 Eixo: Relações intersubjetivas entre práticas e saberes na saúde, no direito e na educação.
Local: Auditório do IMS, 6012 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof.ª Silvia Tapia (FSC- UBA/Buenos Aires)

14h00 – 14h20min – Corpos privados, espaços píblicos: uma releitura da ação em hannah arendt a partir do livro “notes towards a performative theory of assembly”, de judith butler
Autor: Raphael Torres Brigeiro
14h30 – 14h50min – O nascimento e a condição feminina em Hannah Arendt
Autora: Camila Kulkamp
15h00 – 15h20min – Hannah Arendt e o debate contemporâneo: a questão do conflito nos territórios estanques da política
Autora: Luci Helena Silva Martins
15h30 – 15h50min – O conhecimento científico e a promoção do discurso como uma ferramenta para construção do bios politikos
Autores: Daniel Paes da Silva e Joaquim Fernando Mendes da Silva

14h00min – 16h00min – Sessão Coordenada 6 Eixo: Relações intersubjetivas entre práticas e saberes na saúde, no direito e na educação.
Local: Sala 6021 – 6 Andar – Bloco E

Coordenação: Prof. Rodrigo da Silveira (UFAC)

14h00 – 14h20min – Ação e singularidade em Hannah Arendt: repercussões para a psicologia clínica existencial-fenomenológica
Autora: Giovana Fagundes Luczinski
14h30 – 14h50min – Ensino de filosofia na residência pedagógica: pensamento nômade e máquina-de-guerra em tempos sombrios
Autor: Rogério A. de Mello Basali
15h00 – 15h20min – A Contigencialidade Da Ação Na Perspectiva De Hannah Arendt: Uma Leitura Jurídico-Política
Autor: Carlos Fernando Silva Brito
15h30 – 15h50min – A importância do mundo comum e da pluralidade para o julgar em Arendt
Autora: Ana Carolina Turquino Turatto

COLÓQUIO – 29 E 30 DE NOVEMBRO – PUC – RIO

 LOCAL: Google Maps

Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC – Rio) – Colóquio – 29 e 30 de Novembro.
Auditório B 8 – Ala Frings, Edifício da Amizade
Rua Marquês de São Vicente, 225 – Gávea Rio de Janeiro RJ – Edifício da Amizade Ala Kennedy – 8º andar CEP:22451-900

DIA 29/11/2018 – MANHÃ – ATIVIDADES COLÓQUIO

09h00min – 10h00min – Conferência de Abertura
Prof. Eduardo Jardim (PUC-RIO)
Tema: Hannah Arendt e nós

Prof. Dr. Celso Lafer (USP)

10h30min – 13h00min – Mesa 1: Poder e Populismo
Coordenação: Prof.ª Bethânia Assy (PUC-Rio)

Expositores:
Simona Forti (Università del Piemonte Orientale/NNSR-NY)
Tema: From the power of domination to the power of ethics. Reading Arendt after Foucault, today
Wolfgang Heuer (Freie Universität Berlin)
Tema: O conceito de pluralidade em Arendt e o desafio do populismo

13h00min – 14h00min – Intervalo Almoço

DIA 29/11/2018 – TARDE – ATIVIDADES COLÓQUIO

14h30min – 18h00min – Mesa 2: Capitalismo, Fascismo e Totalitário
Coordenação: Prof.ª Roseni Pinheiro (IMS-UERJ)

Expositores:
Adriano Correia (UFG)
Tema: Capitalismo e a política como mera força Hannah Arendt
Rodrigo Ribeiro (UNIRIO)
Tema: Totalitarismo, Democracia Liberal e o “Desafio do Mundo Moderno”
Thiago Dias (USP)
Tema: Do totalitarismo à ação: um percurso a partir de Marx

DIA 30/11/2018 – MANHÃ – ATIVIDADES COLÓQUIO

10h30min – 13h00min – Mesa 3: Ação Política, Subjetividade e Pluralidade
Coordenação: Prof.ª Lilia Blima Schraiber (USP)

Expositores:
André Duarte – (UFPR)
Tema: Butler relê Arendt: ‘o direito a ter direitos’ como performatividade política
Rodrigo Ponce (Escola Internacional de Joinville)
Tema: Arendt, Butler e a refundação das normas que nos constituem
Pedro Duarte (PUC-RIO)
Tema: Depois de tudo, como viver junto?

13h00min – 14h00min – Intervalo Almoço

DIA 30/11/2018 – TARDE – ATIVIDADES COLÓQUIO

14h30min – 18h00min – Mesa 4: Perdão, Promessa e Direito
Coordenação: Prof.ª Florian Hoffmann (PUC-Rio)

Expositores:
Claudia Perrone Moises (USP)
Tema: O perdão e a promessa: Arendt e Derrida
Odílio Aguiar (UFC)
Tema: Hannah Arendt e o Direito

APOIO

Realização:

 

 

Apoio:

 

CONVOCATÓRIA DE TRABALHOS

 

I COLÓQUIO INTERNACIONAL INTERDISCIPLINAR HANNAH ARENDT
TOTALITARISMO, SUBJETIVIDADE E RESPONSABILIDADE

 Pensar Hannah Arendt Hoje
60º Aniversário de A condição humana

CONVOCATÓRIA ABERTURA DE INSCRIÇÕES DE TRABALHOS

O Programa de Pós-Graduação de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) em conjunto com o Laboratório de Pesquisa sobre Práticas de Integralidade em Saúde do Instituto de Medicina Social/ UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro realizarão o “Colóquio Internacional Interdisciplinar Hannah Arendt” com o tema : 60 anos da Obra “A Condição Humana”, Totalitarismo, Subjetividade E Responsabilidade, período de 27 a 30 de novembro de 2018, no Campus da UERJ e da PUC- RJ no Rio de Janeiro, tornando público que se encontram abertas as inscrições para o evento. Trata-se de um evento acadêmico e interinstitucional que visa debater e compartilhar reflexões sobre as ideias da pensadora cujas obras têm influenciando diferentes áreas da produção do conhecimento desde as ciências humanas e sociais, direito, educação e saúde

  • PÚBLICO ALVO

Docentes, pesquisadores, discentes e estudantes de pós-graduação de instituições de Ensino e Pesquisa no Brasil e América Latina, Organizações não-governamentais e demais interessados no tema do evento.

  • OBJETIVOS
  1. Promover a produção acadêmica e científica sobre o pensamento arendtiano na contemporaneidade, bem como valorizar as possibilidades de interdisciplinaridade epistemológica de sua contribuição para diferentes áreas de conhecimento e distintas modalidades de divulgação e disseminação do conhecimento;
  2. Desenvolver devolutivas por meio de grandes eixos temáticos que caracterizam o tema do pensamento arendtiano;
  3. Levantar e mapear temas de investigação emergentes nas instituições de ensino e pesquisa do país;
  4. Incentivar e promover o desenvolvimento das atividades capazes de reiterar as funções essenciais e indissociáveis da universidade, quais sejam entre ensino, pesquisa e extensão.
  • PROGRAMAÇÃO

O evento será organizado em duas atividades: A primeira com a realização do Pré-Colóquio Internacional Interdisciplinar Hannah Arendt a ser realizado na UERJ com inscrições para apresentação de trabalhos em Sessões Coordenadas (SC) nos dias 27 e 28 de novembro de 2018 e o Colóquio Internacional Interdisciplinar Hannah Arendt com conferências e mesas de debates nos dias os dias 29 e 30 de novembro de 2018, na PUC – Rio.

Para a participação na primeira atividade, os interessados deverão encaminhar resumo expandido, de no mínimo três, até cinco laudas, impreterivelmente até 03 de outubro de 2018, nos seguintes eixos em interface com filósofa Hannah Arendt:

  • Humanização da Saúde, Gestão e Direitos Humanos;
  • Diálogo e Relações intersubjetivas entre saberes e práticas sociais
  • Subjetividade, pluralidade e ação.

O propósito de cada SC é privilegiar o debate e a interação entre os(as) pesquisadores(as). O trabalho submetido deverá adequar-se à temática do SC escolhido e ter, no máximo, 4 (quatro) autores. O trabalho poderá ser apresentado tanto pelo primeiro autor quanto por qualquer coautor.

É obrigatória a inscrição no evento do apresentador do trabalho. Cada sessão de um SC terá até 5 trabalhos e duração de até 3 horas (das 14:30h às 18h no dia 27/11/2018 e 09:30hs às 17:30hs no dia 28/11/2018). O autor (a) /apresentador (a) deverá comparecer ao local da apresentação do trabalho 30 (trinta) minutos antes do início da sessão, tendo 15 minutos para comunicação oral. O evento disponibilizará computador e data show para as apresentações. Faça a submissão de seu trabalho aqui: http://www.lappis.org.br/

O resultado dos resumos expandidos selecionados será divulgado por eixo, local e data de apresentação na página do evento até o dia 17 de outubro de 2018.  O prazo para o envio do artigo completo: 09 de novembro de 2018. Os melhores trabalhos completos (artigos/ ensaios) apresentados em cada SC serão publicados na Revista Eletrônica “Amor Mundi até o primeiro semestre de 2019.

Para a participação na segunda atividade deverá ser feita a inscrição no período de 24 de agosto a 25 de novembro de 2018 como ouvinte nas conferências e mesas de debates com convidados Os conferencistas e expositores já confirmados são: Prof. Dr. Adriano Correia Silva (UFG/UFES); Prof. Dr. André de Macedo Duarte (UFPR); Prof. Dr.ª Bethânia De Albuquerque Assy (UERJ/PUC-RJ); Prof. Dr.ª Claudia Moises-Perrone (USP); Prof. Dr. Celso Lafer (USP);  Prof. Dr. Eduardo Jardim (PUC-RJ); Prof. Dr. Florian Hoffmann (PUC-Rio); Prof. Dr.ª Lilia Blima Schraiber (USP); Prof. Dr. Odílio Aguiar (UFC); Prof. Drª. Silvia Alejandra Tapia (UBA – Buenos Aires); Prof. Dr. Pedro Duarte (PUC-RIO); Prof. Dr. Rodrigo Ponce (Escola Internacional de Joinville); Prof. Dr. Rodrigo Ribeiro (UNIRIO); Prof. Dr. Rodrigo Silveira Pinheiro (UFAC); Prof. Dr.ª Roseni Pinheiro (IMS/UERJ); Prof. Dr.ª Simona Forti – Università del Piemonte Orientale; Prof. Dr. Thiago Dias (USP); Prof. Dr. Wolfgang Heuer Universidade Livre de Berlim (FU-Berlin).

  • NORMAS PARA SUBMISSÃO DOS RESUMOS EXPANDIDOS

O resumo expandido deverá ter no mínimo, 3 e, no máximo, 5 páginas, incluindo texto, tabelas e/ou figuras. O texto deverá ser formatado para um tamanho de página A-4, com margens superior, inferior, esquerda e direita de 2 cm. Deve ser empregada fonte Times New Roman ou Arial, corpo 12, exceto no título, e justificado. Os trabalhos devem estar estruturados considerando o objetivo principal, os métodos básicos adotados, os resultados mais relevantes e as principais conclusões do resumo. Devem ser incluídas de 3 a 5 palavras-chave.

  • NORMAS PARA ARTIGOS COMPLETOS
  1. O processo de submissão é feito apenas através do e-mail: coloquiohannaharendt@gmail.com
  2. Os textos submetidos deverão ser inéditos e não poderão estar sendo submetidos concomitantemente a outras revistas, sendo aceitas traduções de textos publicados em língua estrangeira.
  3. Considera-se ARTIGO, texto proveniente de análise de resultados de pesquisa de campo ou revisão bibliográfica, incluindo ensaios, referentes a temas de interesse do colóquio. Para aqueles provenientes de pesquisa de campo o texto deve estar estruturado considerando resumo (em português e inglês), introdução, fundamentação teórica, procedimentos metodológicos, apresentação e discussão de resultados e conclusão.
  4. Considera-se RESENHA, texto de análise crítica de um determinado produto, (livro, filme, peça de teatro, etc.). Mais que mero resumo, o texto deverá contextualizar a obra e o autor, apresentar suas principais ideias; relacionando-a com outras obras, autores e ideias sobre o tema em questão; e também emitir posicionamento/opinião sobre a contribuição da obra para o estudo e debate no campo a que se refere. Para artigos deve-se respeitar o mínimo de 6.000 e o máximo de 9.000 palavras, para os ensaios mínimo de 4.000 e máximo de 6.000 palavras e para resenhas o máximo de 2.500 palavras. Em todos os casos incluindo título, resumo, notas e referências, quando necessário. O título completo dos textos (até 20 palavras) também deverá ser traduzido, assim como os títulos curtos.
  5. Os textos devem ser digitados em Word, fonte Arial 12, segundo NBR 14724, da ABNT.
  6. O resumo do artigo em português e em inglês devem conter, cada um, de 150 a 200 palavras. Eles devem estar estruturados considerando o objetivo principal, os métodos básicos adotados, os resultados mais relevantes e as principais conclusões do artigo. Devem ser incluídas de 3 a 5 palavras-chave.
  7. As notas, numeradas sequencialmente em algarismos arábicos, devem ser colocadas no rodapé, com fonte tamanho 10. As notas devem ser exclusivamente explicativas, escritas da forma mais sucinta possível, e não devem ser compostas como referências.
  8. As referências devem seguir a NBR 6023, da ABNT. No corpo do texto, citar apenas o sobrenome do autor e o ano de publicação, seguidos da página no caso de citações diretas. Todas as referências citadas no texto deverão constar na listagem de referências, ao final do artigo, em ordem alfabética. Os autores são responsáveis pela exatidão das referências, assim como por sua correta citação no texto.
  9. Imagens, figuras ou desenhos devem estar em formato PNG ou JPEG, com tamanho máximo 12×15 cm, com no mínimo 600 dpi. Tabelas e gráficos podem ser produzidos em Word ou similar. Todas as ilustrações devem estar no corpo do texto (formatadas de acordo com as normas da ABNT) e anexadas em arquivos separados no processo de submissão, nomeados e numerados de acordo com o texto.
  10. Informação referente à aprovação por comitê de ética, financiamento da pesquisa e se o estudo é resultado de monografia de graduação, dissertação de mestrado ou tese de doutorado, devem ser indicadas em nota de rodapé referente ao título.
  11. O número de coautores deve ser no máximo de cinco. Poderá ser incluído no final do corpo do artigo, após as referencias, como item “Agradecimentos”, caso seja necessário citar instituições que de alguma forma possibilitaram a realização da pesquisa e/ou pessoas que colaboraram com o estudo mas não preenchem os critérios de coautoria.
  12. Os autores são responsáveis por todos os conceitos e as informações apresentadas nos artigos, não coincidindo, necessariamente, com o ponto de vista dos editores e do Conselho Científico da revista.

  • INSCRIÇÕES – CRONOGRAMA

 Todas as modalidades de inscrição, seja na condição de ouvinte nas conferências, mesas de debates e submissão de trabalhos são GRATUITAS.

Período de inscrições 24/08/2018 a 25/11/2018
Envio dos resumos expandidos  Até 03/10/2018 (ENCERRADO)
Divulgação dos Resumos aprovados  Até 17/10/2018 (ENCERRADO)
Envio completo dos artigos  Até 09/11/2018 (10/12/2018)
Divulgação dos trabalhos selecionados para publicação na Revista  Até o primeiro semestre de 2019

Caso a ficha de inscrição não carregue, clique aqui

 

  • CERTIFICAÇÃO

Farão jus ao certificado de participação como ouvinte aqueles que apresentarem 75% de presença na programação do evento. Os certificados de apresentação oral dos artigos completos serão entregues pela Comissão Organizadora, por e-mail após a respectiva sessão temática de apresentação do trabalho. Receberá a certificação de apresentação de trabalho, apenas aqueles que, de fato, tiverem sido apresentados em suas respectivas sessões temáticas. Farão jus à publicação nos Anais do Evento, apenas os artigos completos e resumos expandidos, apresentados, em suas respectivas sessões temáticas.

Os casos omissos serão decididos pela Comissão Científica do Evento.
Rio de Janeiro, 24 de agosto de 2018.
Comissão Organizadora

 

MULTIMÍDIA

FOTOS

Este slideshow necessita de JavaScript.

VÍDEO

NOTÍCIAS