Notícia

Colóquio Internacional Hannah Arendet será realizado nos dias 29 e 30 de novembro na PUC Rio

O primeiro Colóquio Internacional tem como tema 60 anos da Obra “A Condição Humana”, Totalitarismo, Subjetividade e Responsabilidade. É uma realização do Laboratório de Pesquisa Sobre Práticas de Integralidade em Saúde (LAPPIS), do Instituto de Medicina Social (IMS), da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), com a colaboração do Programa de Pós-Graduação de Direito da Pontifícia Universidade Católica do Estado (PUC RIO).

A ocasião trata-se de um evento acadêmico e interinstitucional que tem como objetivo debater e compartilhar reflexões sobre “pensar e as ideias da pensadora, cujas obras têm influenciando diferentes áreas da produção do conhecimento nas ciências humanas e sociais, como o Direito, Educação e Saúde”. Poderão se inscrever até o dia 25 novembro, docentes, pesquisadores, discentes e estudantes de pós graduação de Instituições de Ensino e Pesquisa no Brasil e América Latina, ONG’s e interessados com o tema.

Antes do Colóquio, a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) recebe, nos dias 27 e 28 de novembro, a cerimônia do Pré – Colóquio, que contará com a participação dos membros do Lappis e, onde será realizada a apresentação dos trabalhos no formato de Sessões Coordenadas (SC). O Objetivo dessas sessões é privilegiar o debate e a interação entre os pesquisadores, docentes e discentes das áreas de estudos dos participantes do evento.

Para participar, os trabalhos apresentados deverão seguir eixos de conexão  com uma  das obras da filósofa Hannah Arendt. São eles: Humanização da Saúde, Gestão e Direitos Humanos; Diálogo e Relações intersubjetivas entre saberes e práticas sociais; e Subjetividade, pluralidade e ação. Os trabalhos inscritos, deverão estar adequados ao tema escolhido e contarem, no máximo, com quatro autores.

A programação pode ser conferida através do site. O edital com todas as informações também está disponível e pode ser consultado.